Investigação

O Plano de Ação para a Investigação, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da RAM (PIDT&I) considera o turismo como uma das áreas prioritárias para a intervenção em C&T (2014-2020) e destaca a necessidade de criação de massa crítica especializada em turismo, o desenvolvimento de um sistema de informação do destino, e a implementação de ferramentas inovadoras na promoção do destino, que irão constituir uma base informacional de apoio à tomada de decisão a diversos níveis.

O Eixo 1 do PIDT&I prevê a atração/criação de massa crítica especializada em turismo, tendo em vista, nomeadamente, o aperfeiçoamento da investigação científica e o aumento do conhecimento disponível sobre os fenómenos turísticos, referindo como áreas prioritárias, as sub-áreas de transporte, de gestão do destino, de hospitality, e de marketing digital. As quatro opções identificadas permitem cobrir uma série de necessidades em termos de informação crítica a oferecer aos decisores e operadores do sector, cobrindo quer a questão das acessibilidades quer a questão sempre presente no discurso dos operadores da promoção externa. É dada também atenção ao impacto das NTIC – Novas Tecnologias de Informação e Comunicação e da crescente heterogeneidade dos turistas em termos comportamentais. As subáreas atrás identificadas permitem hierarquizar o grau de importância a atribuir às diferentes áreas disciplinares que contribuem para a produção científica na área do turismo. Tal não significa necessariamente a menorização de determinadas áreas a expensas de outras, mas tão-somente a necessidade de alocar recursos escassos a necessidades muito alargadas.