Para a linha de investigação Destino, o grupo desenvolve atividade científica nos seguintes grandes pontos:

 

 1   Proteção e Gestão Ambiental da RAM:

Uma vez que a Região Autónoma da Madeira como destino turístico, bastante bem consolidado, carece de um levantamento de opiniões válidas em relação a práticas ambientais e gestão das mesmas, e tendo como referência as bases do desenvolvimento sustentável, a utilização dos recursos naturais existentes para uso turístico e as atividades socioeconómicas compreendidas pelo Modelo Turístico e o Modelo Territorial sugeridas para o desenvolvimento turístico na RAM, a linha de investigação número um tem como objetivo:
- Identificar a opinião dos turistas, agentes turísticos e população residente no arquipélago da Madeira em relação às práticas atuais para a proteção e gestão ambiental do destino turístico Madeira;
- Medir o grau de satisfação dos grupos acima mencionados relativamente à proteção e gestão ambiental do destino.
Assim, como forma de aferição da investigação aplicada ao destino Madeira, numa primeira fase, o Projeto Turismo: caraterização impacto e sustentabilidade do turismo da Madeira, cofinanciado pelo programa Madeira 14-20, dedica-se, no âmbito da linha de investigação “Destino”, na caraterização dos pontos turísticos na RAM, medição do impacto ambiental e avaliação da sustentabilidade do turismo nesses mesmo pontos. Numa segunda fase o foco reside no benchmarking – análise comparada de determinadas atrações turísticas do destino Madeira com outros destinos nacionais e internacionais.

Investigador responsável:

Luís Mota
Professor Adjunto Convidado / Investigador
Doutorado em Gestão e Planeamento do Turismo

Investigadores auxiliares:

Sérgio Teixeira
Bolseiro de Investigação
Mestre em Gestão
sergio.teixeira@staff.uma.pt
Frederica Gonçalves
Professora Adjunta Convidade / Investigadora
Doutorada em Engenharia Informática
frederica.goncalves@staff.uma.pt

 

 2    Análise da capacidade de carga dos pontos turísticos

A identificação e caracterização dos pontos turísticos mais representativos da RAM, proporciona conteúdos úteis para a análise da capacidade de carga turística. Esta baseia-se na obtenção de dados estatísticos obtidos a partir de fontes primárias que referenciam descobertas, ou compartilham informações de valor para o nosso estudo. A capacidade de carga turística aborda temas físicos relacionados com a atração em estudo, onde os valores teóricos de utilização são calculados para minimizar impactos no meio ambiente. Uma análise completa ao impacto e sustentabilidade dos pontos turísticos, considera fatores ecológicos reais medidos na atração, os que são determinantes para o seu uso turístico. Efetivamente, ao analisar a capacidade carga turística, também relacionamos as componentes anteriormente mencionadas, com a capacidade de gestão da atração. De uma forma complementar, o estudo mede fatores socioculturais, os quais são um registo de opiniões a nível de perceção individual quanto ao congestionamento de pessoas que num determinado lugar sem causar perturbação social.
Tal como na linha de investigação para a Proteção e Gestão Ambiental da RAM, a segunda fase está focada no benchmarking de determinadas atrações turísticas encontradas destino Madeira e também com outros destinos nacionais e internacionais.

 

Investigador responsável:

Luís Mota
Professor Adjunto Convidado / Investigador
Doutorado em Gestão e Planeamento do Turismo

Investigadores auxíliares:

Rossana Santos
Professora Adjunta Convidada / Investigadora
Doutorada em Turismo
rossana.santos@staff.uma.pt
Mara Franco
Bolseira de Investigação
Mestre em Gestão de Marketing
mara.franco@staff.uma.pt

PO_Madeira_PT2020_FEDER