Centro de Formação e Investigação em Turismo

O Centro de Formação e Investigação da Universidade da Madeira (CFIT-UMa) tem como missão tornar-se um centro de elevada competência científica e tecnológica internacional na área do turismo até 2020. A rede moderna de infraestruturas e de equipamentos resultante do esforço de investimento público regional dos últimos anos deve ser utilizado como suporte ao desenvolvimento de atividades de investigação, de desenvolvimento e inovação, contrariando assim a tendência de baixa intensidade em I&D na Região nos últimos anos e a fraca capacidade de atração de pessoal altamente qualificado (doutorados) para desenvolver atividades de elevado valor acrescentado nas áreas consideradas estratégicas para a Região Autónoma da Madeira, como o turismo.

A Madeira tem uma grande tradição turística no contexto europeu, mas permanece ainda com uma grande lacuna - a falta de investigação do fenómeno turístico, devido à enfâse dada nos últimos anos às ciências exatas e naturais e à recente atividade da Universidade da Madeira, que conta apenas com 29 anos de existência. O turismo é considerado como área de desenvolvimento prioritário para a Região Autónoma da Madeira, para o que se pretende incentivar o incremento de conhecimento científico. Assim, é essencial apostar na criação de massa crítica (através de formação avançada), atrair recursos humanos qualificados (através da atribuição de bolsas de investigação), constituir equipas interdisciplinares (através da realização de parcerias com instituições internacionais líderes em turismo e integração em redes europeias de investigação) e transferir conhecimento para o mercado (através da divulgação de dados, estudos e conhecimento adquirido, no apoio à tomada de decisão e à melhoria das técnicas de promoção turística). Neste sentido, o CFIT-UMa pretende contribuir para o aumento de I&D em turismo e para o aumento da oferta de formação avançada em turismo na Região, bem como evitar a fuga de cérebros, participar em redes nacionais e internacionais de investigação e desenvolvimento, cooperar com empresas e organismos públicos, aumentar o envolvimento das NTIC na área do turismo e criar uma base informacional única sobre o destino. Na área do turismo, foram considerados os seguintes eixos de intervenção: criação de um sistema de informação turística, criação de conhecimento em transportes, gestão do destino, hospitality e marketing digital, e criação de ferramentas inovadoras na comercialização e promoção do destino.

A atividade do CFIT-UMa irá centrar-se na investigação científica, inovação tecnológica e desenvolvimento social e económico da RAM e do país. A internacionalização e o desenvolvimento económico e social, garantidos pela existência de massa crítica numa região ultraperiférica, serão as grandes vantagens desta operação.